livro técnicas de pintura  
afrescoaquarelaencausticatemperaoleoacrilicoalquidicocaseinavitraliconesoutras

sumarioIntroduçãoHistóriaEvolução
ContemporâneosDesenhosPosesDicasMovimentosDiferençasSutilezasErrosOssosArticulaçõesMúsculosCabeçaOssosMúsculosFaceOssosMúsculosBocaNarizPálpebrasOlhosMastigaçãoOrelhaPescoçoTroncoEsqueletoMúsculosMembro superiorEsqueletoMúsculosBraçoMúsculosAntebraçoOssosMúsculosMãoOssosMúsculosCintura pélvicaOssosMembro inferiorOssosMúsculosCoxaMúsculosPernaOssosMúsculosPéOssosMúsculos

GlossárioBibliografiaColaboradoresVídeos


Os músculos da coxa

Os músculos da coxa são divididos em 3 grupos: anterior, medial e posterior.

O grupo anterior é formado por músculos extensores da perna: o músculo sartório e quadríceps femoral. O grupo medial é formado por músculos adutores da perna, que tem seu volume aparente mais importante, na parte superior interna da coxa. O grupo posterior é formado por músculos flexores da coxa, como o  bíceps, semitendíneo e semimembranáceo.

Grupo anterior - músculos extensores da coxa

Músculo SARTÓRIO
O sartório, também conhecido como músculo costureiro, é o músculo mais longo do corpo humano, e de grande importância no desenho do membro inferior. Ele não se insere sobre o fêmur, porém, todo o seu corpo muscular passa sobre este osso.
É o músculo superior da lição de Tintoretto, tem origem na espinha ilíaca ântero-superior, seu corpo muscular fino e achatado desce, contornando a face anterior da coxa em movimento espiralado, em direção à face interna do joelho, para se inserir na face medial e proximal do corpo da tíbia. Colabora na flexão da perna e da coxa, girando-a lateralmente.

Músculo QUADRÍCEPS
É o músculo mais potente do corpo humano, formado por 4 músculos: reto femoral, vasto lateral, vasto intermédio e vasto medial. Estes músculos possuem origens diferentes e uma inserção comum sobre a base da patela e, através do ligamento patelar, sobre a tuberosidade da tíbia.

Músculo RETO FEMORAL
É um músculo fusiforme, situado na região mediana do quadríceps. É visível na superfície anterior da coxa dos esportistas, com corpo muscular retilíneo e pouco volumoso durante o movimento do membro inferior.
Origina-se por dois tendões: o reto tem origem na espinha ilíaca ântero-inferior e o outro, posterior ou refletido, na margem superior do acetábulo. O corpo muscular desce levemente inclinado para dentro, para se unir aos outros músculos do quadríceps através de um tendão único, que se insere sobre a base da patela. Quase todo o seu corpo muscular é visível na face anterior da coxa, sendo somente sua parte superior, encoberta pelo músculo sartório. Flexiona a coxa e estende a perna sobre a coxa.

Músculo VASTO LATERAL
Corresponde à maior parte do quadríceps femoral, é forte, longo, e importante no desenho da face lateral da coxa. Seu corpo muscular se destaca sob a fáscia ilio-tibial, grande aponeurose lateral e plana da coxa. Origina-se das bordas anterior e inferior do trocanter maior, e na parte posterior, em uma longa linha vertical (lábio lateral da linha áspera) do fêmur. Participa da extensão da perna.

Músculo VASTO MEDIAL
Origina-se do lábio medial da linha áspera do fêmur, situada na região posterior interna deste osso e sobre a linha intertrocantérica. Seu corpo é responsável pelo volume muscular situado na região inferior e interna da coxa, logo acima do joelho. É importante notar que este extensor da perna é o músculo do quadríceps cujo corpo muscular chega mais inferiormente. Se traçarmos uma linha que se estende da inserção inferior do vasto lateral até a inserção inferior do vasto medial, perceberemos que é inclinada para baixo e para dentro, acompanhando o volume dos músculos.
Durante a posição de contraposto, podemos ver uma barriga formada por este músculo e por tecido adiposo, no membro inferior que serve de apoio.

Grupo posterior - músculos flexores da coxa

Músculo SEMIMEMBRANÁCEO
Situado na região posterior interna, nasce sobre a tuberosidade (espinha) isquiática da bacia; seu corpo desce, desenvolvendo-se para a parte interna posterior da coxa, até se inserir, através de um tendão curto e espesso, sobre o côndilo medial da tíbia e sobre o ligamento poplíteo oblíquo. Flexiona a perna e a vira para o interior, após sua flexão.

Músculo SEMITENDÍNEO
Situado logo acima (mais superficial) do músculo semimembranáceo e ao lado da cabeça longa do músculo bíceps da coxa. Nasce através de um curto tendão sobre a tuberosidade isquiática. Seu longo tendão se insere sobre a face medial superior da tíbia. Executa a mesma ação do músculo semimembranáceo.

Músculo BÍCEPS DO FÊMUR
Possui duas cabeças: a cabeça longa tem origem sobre a face posterior da tuberosidade (espinha) isquiática, do lado (lateral externo) do músculo semitendíneo. A cabeça curta nasce sobre a linha áspera, situada na região posterior inferior do fêmur e sobre a região acima dos côndilos.  Insere-se, através um forte tendão, sobre a cabeça da fíbula. Flexiona a perna e a vira para o exterior, após a flexão. Se a perna estiver fixa, participa da extensão da pelve e do tronco, com os demais músculos deste grupo.

Grupo medial - músculos adutores da coxa

Músculo PECTÍNEO
Músculo quadrangular e chato, se origina na linha pectínea, situada na região superior do ramo superior do pube. Seu corpo muscular diminui de tamanho, à medida em que desce obliquamente, para se inserir na linha que se estende do trocanter menor à linha áspera. É adutor e flexor da coxa, girando-a medialmente.

Músculo ADUTOR LONGO
Músculo triangular, origina-se na região de união da sínfise com a crista púbica, ao lado do músculo grácil, acima (mais superficial) do músculo adutor curto. Seu corpo se desenvolve para se inserir sobre o lábio medial da linha áspera do fêmur. Quando se contrai, é adutor, flexor e gira medialmente a coxa.

Músculo GRÁCIL
Inicia-se na região de sínfise e arco púbico. Seu corpo fino e longo desce verticalmente formando o perfil interno da coxa, e se insere sobre a parte superior e medial da tíbia, atrás da inserção do músculo sartório e acima da inserção do músculo semitendíneo, formando uma inserção quase que comum entre os três. Flexiona a perna, na articulação do joelho, gira-a medialmente e aduz a coxa.


site do artista Atelier Prata - Tel 55 11 4035-2057 - Cel 55 11 9597-0275 - artista@sergioprata.com.br