homeartistacursosexposiçõesprodutosobrasarte sacracontato















Cenas da vida de Santo Antonio

Por iniciativa do Frei Wilmar Villalba Ortiz, diretor-redator da revista O Mensageiro de Santo Antônio, o artista Sérgio Prata pintou 7 obras tendo como tema a vida de Santo Antônio de Pádua para o calendário 2012 desta revista.

Conhecendo Santo Antônio de Pádua.
Texto de Sérgio Prata, autor das pinturas do calendário 2012.

Sempre que recebo uma encomenda de pinturas, eu estudo o tema, conversando com aqueles que a encomendaram, pesquisando através de obras de arte, textos e filmes.
Sempre me pergunto, diante do desafio de pintar a vida de um Santo, sobre as razões de sua Santidade, procurando aprender sobre a profundidade e estatura espiritual do personagem.

Graças à ajuda de freis, da família e de amigos, recebi um bom material sobre Santo Antônio, para abordar os temas de sua vida. Pude então aprender mais sobre este Santo, que no imaginário do povo, reforçado pelo nivelamento da mídia, é conhecido meramente como um “santo casamenteiro”.


As obras estão à disposição de colecionadores e Igrejas cujo patrono é Santo Antônio.


O dia de Santo Antônio aconteceu durante o tempo em que pintava o calendário, quando estava refletindo sobre a coragem deste homem, que, com autoridade divina postou-se diante dos usurários que usurpavam dos bens do povo e menosprezavam a mensagem do evangelho, que enfrentou com veemência os debates contra os heréticos e pregou aos peixes, diante da incapacidade dos homens em escutar as mensagens de Deus.

 

Santo Antônio prega aos peixes. Ao perceber que os homens eram incapazes de compreender o evangelho, Santo Antônio prega aos peixes, que se agitam em louvor à Deus, diante de sua mensagem.



Fiquei estarrecido ao constatar que, no mundo atual, Santo Antônio é reduzido pelo povo e pela mídia, e que seu dia é abordado de maneira achatada, com uma abordagem superficial, que não só negligencia como até desrespeita sua verdadeira mensagem espiritual e grandeza moral, atestando uma frequente e perceptível frivolidade contemporânea, na tentativa de desconstrução de um personagem de tamanha coragem e autoridade divina.

Estudando e convivendo através de livros, textos e filmes com Santo Antônio, constato que várias de suas mensagens e exemplos são muito atuais, podendo nos inspirar como verdadeiros cristãos contemporâneos a atuar em um mundo onde a heresia e os usurários assumem novas faces e ideologias. O mesmo velho embate se faz atual, sob novas estéticas, discursos e tendências.

Santo Antônio prega aos heréticos. Santo Antônio é conhecido como a espada contra os heréticos. O povo cátaro, também conhecido como os "puros" e os Albigenses foram alertados e admoestados para que deixassem a heresia pelo Santo de Pádua.

 

Ser artista sacro é pintar em forma de oração, ou orar em forma de pintura.
Esta "oração-pintura" fala sobre a luz e a inspiração divina atuando em Santo Antônio, luz que lhe permitiu revelar a presença de Deus à seus contemporâneos.

Espero que estas passagens de sua vida inspirem a reflexão dos seus devotos, para que pesquisem mais sobre sua vida e percebam que ele foi muito mais do que um santo “casamenteiro”, e que pode nos inspirar à coragem que vem de Deus.

Que os renove em sua luta e testemunho cristãos, para que ultrapassem a normose do mundo atual, sabendo fazer face aos desafios de seu tempo.

Santo Antônio e o menino Jesus. "Aquilo que fizerdes ao menor dos pequeninos é à mim que o fazes". Esta frase do Evangelho já diz tudo, e não precisa de muitos comentários.

Neste calendário, abordamos algumas passagens de sua vida, alguns pouco conhecidos do grande público, sob demanda dos Freis Franciscanos de Santo André.

Aqueles que o conhecem e que tem maior devoção, certamente reconhecerão muitas delas.

 

 

 

 

O burrinho ajoelha-se diante da eucaristia (coleção da Revista). No tabuleiro da vida, a torre do poder é tombada diante da Igreja, e até o jumento se prostra diante do mistério da Eucaristia.

Este calendário apresenta pinturas figurativas tratadas de forma mais ingênua, com estilo mais simples e menos clássico do que os calendários precedentes.

 

 

 

 

 

 

A pintura da capa do calendário apresenta elementos da fauna, flora e cultura do Brasil buscando aproximar-nos deste grande Santo Luso-Italiano, e mostrar que também o queremos Brasileiro.

 

 

Santo Antônio oferece pão aos pobres, com elementos de brasilidade. O tucano, o mico, a capoeira, a bahiana, o gaucho, o periquito, participam deste simples banquete de solidariedade e comunhão.

 

 

 

 

Que Santo Antônio de Portugal, da Itália e do Brasil nos inspire a todos, para que a profundidade de sua mensagem inspirada no evangelho não seja apagada ou diminuída pelas tentativas dos usurários e heréticos de nossos dias. Que a íntima presença de Deus continue a se revelar nos devotos, através deste corajoso e santo profeta de Pádua.

 

Santo Antônio prega sobre a nogueira. Cansado da vida do mosteiro, do assédio dos fiéis na cidade, Santo Antônio escolhe uma nogueira, como altar para sua pregação e oração. Cercado pela poesia da natureza, o Santo continua sua pregação, formando seus irmãos de fé e seguidores.

 

 


O encontro com São Francisco. O Santo Teólogo se encontra com o Santo da Paz e da Natureza. A pomba ilustra o Santo Espírito, que sopra para ambos. Ao fundo, a capela de São Damião, temporariamente restaurada. No primeiro plano, os restauradores eternos da Igreja espiritual.

 



Saiba como comprar o calendário.


Enciclopédia Atelier Prata - Tel 55 11 4035-2057 - Cel 55 11 9597-0275 - artista@sergioprata.com.br